Notícias

09/11/2017

DIREITO DE RESPOSTA

Goiânia-GO, 9 de novembro de 2017.

 

Ao:

Diário da Manhã

Ilm.º Diretor-Geral

Sr. Batista Custódio

 

     HOSPITAL LÚCIO REBELO LTDA vem requerer a este periódico o Direito de Resposta previsto na Lei nº 13.188/2015, e que seja dado o mesmo destaque, publicidade, periodicidade e dimensão da matéria que trata do Hospital Lucio Rebelo, publicada na edição 10.962, ano 37, de 09 de novembro de 2017.

     Inicialmente, cumpre esclarecer que foi destacado representante do Hospital Lucio Rebelo para responder aos questionamentos do jornalista que assina a matéria.

     Alegando exigência de seus empregadores o senhor jornalista informou que publicaria a matéria de qualquer forma, e que não tinha interesse que os questionamentos fossem respondidos pelo representante designado, exigindo presença da proprietária e administradora do hospital.

     Ainda, foi salientado pelo Hospital Lúcio Rebelo que eventuais questionamentos, haja vista a marcação de compromissos anteriores por parte da Administração, poderiam se dar pelo envio de perguntas escritas, às quais, além da devida resposta poderiam ser anexados documentos pertinentes, o que restou recusado pelo senhor jornalista.

     Diante de tais elementos, revela-se flagrante o prejuízo à empresa, em especial no que tange à publicação de aleivosias supostamente ditas pelo Dr. Percival Xavier Rebelo Filho.

     Assim, protesta pela publicação dos seguintes dados:

 

1. A mudança societária do Hospital Lúcio Rebelo se deu obedecendo aos ditames legais e foi devidamente registrada na Junta Comercial do Estado de Goiás.

 

2. Os pagamentos devidos ao Dr. Percival Xavier Rebelo Filho estão rigorosamente em dia, inexistindo atrasos de quaisquer espécies.

 

3. Desde o final do ano de 2015 o Dr. Percival Xavier Rebelo Filho vinha oferecendo o Hospital Lucio Rebelo a eventuais interessados.

 

4. O contrato de compra e venda efetivado com o Dr. Percival Rebelo, cujas tratativas tiveram início no mês de maio do corrente ano, abarcou o montante das dívidas registradas em nome da instituição, inclusive aquelas de natureza tributária e trabalhista.

 

5. O afastamento do Dr. Percival Rebelo da empresa se deu em decorrência da venda de suas cotas e, ainda, por posterior tentativa dele de inserção perante a Junta Comercial do Estado de Goiás de alteração contratual não permitida por aquele órgão.

 

6. Embora tenha informado ao Diário da Manhã que a derrocada de seus negócios teve início quando da contratação do Sr. Joaquim Pereira e impossibilidade de expedição da Certidão Negativa de Débitos da Receita Federal (CND), perante a 7ª Delegacia de Polícia de Goiânia, o Dr. Percival Rebelo apontou como responsável pelas dificuldades da empresa o Sr. Márcio Coelho, cuja administração se deu em conjunto com o Sr. Fernando Lucio Rebelo.

 

7. O Dr. Carlos Henrique Ribeiro responde exclusivamente pela área jurídica da empresa, não fazendo parte de sua administração.

 

8. Anterior à aquisição da empresa, corriam contra o Dr. Percival Xavier Rebelo Filho, sua esposa, d. Maria Helena Leal Lucio Rebelo, e filhos (Cejana Lucio Rebelo, Fernando Lucio Rebelo e Daniela Lucio Rebelo) ações executivas, de reintegração de posse, entre outras.

 

9. Que serão ajuizadas as ações cabíveis, inclusive danos morais e materiais, contra o Dr. Percival Xavier Rebelo Filho e eventuais detratores do Hospital Lucio Rebelo, de seus administradores e colaboradores, visando manter o bom nome da instituição.

 

10.        O Hospital Lucio Rebelo mantém seu compromisso de promover acerto com seus credores, equacionando as dívidas das gestões passadas, implementando políticas visando o contínuo crescimento e fortalecimento da instituição.

 

Atenciosamente,

 

HOSPITAL LÚCIO REBELO

 

 

 

 

Nosso Endereço Av. Edmundo Pinheiro de Abreu n° 451 St. Bela Vista, CEP:74823030
Contato (62) 3257.2000
contato@luciorebelo.com.br
Inédita Propaganda